Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Rede Estadual do Rio Grande do Sul prepara-se para o primeiro ano de implantação do Ensino Médio Gaúcho

Calendário letivo de 2022 começa no dia 21 de fevereiro e traz novidades para estudantes e professores

Publicação:

23172256 303905 GD
Crédito: - Foto: Seduc
Por Diego da Costa

O calendário do ano letivo de 2022 começa no dia 21 de fevereiro na Rede Estadual de Ensino. Como novidade, ocorre a implementação do Ensino Médio Gaúcho, em seu novo formato, em todas as turmas de 1º ano. A iniciativa abrange cerca de 1.100 escolas e mais de 100 mil alunos.

Em 2022, pela proposta, a carga horária total é de 1.000 horas.  O novo modelo contempla 800 horas de Formação Geral Básica e mais 200 horas dos componentes obrigatórios que fazem parte dos itinerários formativos.

Nessa etapa, o aluno tem as disciplinas de formação geral: Língua Portuguesa, Matemática, Inglês, Artes, entre outras, além de carga horária destinada a seu Projeto de Vida, sua relação com o Mundo do Trabalho e com a Cultura e Tecnologias Digitais.

No segundo ano, que iniciará em 2023, depois de o aluno trabalhar seu Projeto de Vida, ele poderá optar por Itinerários Formativos que contemplem seus interesses e anseios profissionais.

A secretária Raquel Teixeira enaltece as principais mudanças no novo modelo de Ensino Médio que já está sendo implementado na maior parte dos Estados brasileiros.

“A reforma do Ensino Médio talvez seja a mais profunda que eu já vivi em toda minha trajetória de educadora. Esse movimento que criou a nova BNCC e propôs estas mudanças nesta etapa de ensino é fantástico. É um avanço. A legislação mudou porque havia uma demanda e uma insatisfação com a escola que tínhamos. A escola do século 18 com foco no professor e no ensino não cabe mais no mundo. A escola do século 21, com foco no aluno e na aprendizagem, é a grande transformação da educação brasileira”, destaca.

A partir da homologação do Referencial Curricular Gaúcho do Ensino Médio, pelo Conselho Estadual de Educação (Ceed), em outubro de 2021, a Seduc tem realizado uma série de encontros e formações com especialistas para debater as principais mudanças, os novos componentes curriculares, os itinerários formativos e as perspectivas para o novo modelo desta etapa de ensino.

Com a reforma do Ensino Médio, instituída pela Lei 13.415/17, a educação profissional e tecnológica passou a integrar a educação básica de nível médio. Isso representa uma etapa de formação do jovem em que ele tem a possibilidade de articular saberes em contextos diversos e de promover aprendizagens que dialoguem com seus interesses, que os estimulem a permanecer na escola, e a seguir aprendendo ao longo da vida para conquistar seus projetos pessoais e profissionais.

Ensino Médio Gaúcho

A Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul conta, atualmente, com 299 escolas-piloto do projeto de implantação do Novo Ensino Médio, as quais iniciaram suas atividades em 2019. Como parte da construção do projeto-piloto, foram realizados 299 hackathons com os professores da rede estadual, por meio dos quais definiu-se as temáticas dos itinerários formativos a serem ofertados.

O Ensino Médio Gaúcho, em seu novo formato, surgiu como uma proposta para a renovação de oferta de educação aos jovens brasileiros e visa aproximar as escolas da realidade dos estudantes, com a atualização da etapa por parte das novas demandas e complexidades dos dias atuais. Entre seus objetivos, estão o protagonismo do estudante e a permanência escolar por meio de aprendizagens significativas.

Secretaria da Educação