Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Instituto Ernesto Alves e 6ª CRE promovem seminário para escolas de Curso Normal

Proposta é trazer um novo olhar sobre a educação durante e após a pandemia

Publicação:

Card do II Seminário Regional - Escolas de Curso Normal
II Seminário Regional - Escolas de Curso Normal - Foto: Seduc
Por Isabella Sander

O Instituto Estadual de Educação Ernesto Alves, de Rio Pardo, em parceria com a 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), de Santa Cruz, promove desta terça-feira, 28 de julho, até o dia 11 de agosto, o II Seminário Regional – Escolas de Curso Normal. O tema é “Um novo olhar na educação”. O evento, totalmente online, terá cinco palestras, todas transmitidas ao vivo pelo canal de YouTube NTE Digital.
O público-alvo dos encontros são professores e supervisores escolares das instituições do Vale do Rio Pardo e Centro-Serra da Rede Estadual de Ensino, bem como os normalistas do Curso Normal. A primeira palestra, transmitida nesta terça-feira, às 19h, tem como tema “Novas atitudes, estratégias e ações dos educadores frente ao novo perfil dos alunos na sociedade contemporânea”, ministrado pela professora Daniela Pedra Mattos. Na quinta-feira, 30 de julho, serão abordadas “Novas maneiras de ensinar, novas formas de aprender”, pela professora Margareth Fadanelli Simionato.
Na semana que vem, o encontro de terça-feira, 4 de agosto, falará sobre “As tecnologias na sala de aula: linguagens que aproximam professores e alunos”, com o professor João Ricardo Fagundes dos Santos. Na quinta-feira, 6 de agosto, está marcada a palestra “Nova escola, novo aluno, novo professor e muitos desafios”, da professora Evelise Romero.
Na semana seguinte, está agendada para terça-feira, 11 de agosto, a última atividade: “A nova identidade do professor na contemporaneidade: ser cientista, artista e tecelão de mentes e almas”. O encontro terá a presença da professora Caroline Hirt Correa e do professor e coordenador regional de Educação da 6ª CRE, Luiz Ricardo Pinho de Moura.
Ao final do seminário, serão emitidos certificados de 40 horas de atividades para participantes que enviarem um artigo com o tema “Práticas inovadoras em tempo de pandemia” ou um resumo dos webinários assistidos, para o e-mail artigos.seminarioregional@gmail.com. Os 30 melhores artigos sobre práticas inovadoras em tempo de pandemia serão publicados em e-book. As orientações para a elaboração do artigo serão disponibilizadas no último encontro.
Segundo a diretora do Ernesto Alves, Marla Kroth, a instituição propõe, com o evento, uma oportunidade à comunidade escolar, para que reveja a sua atuação no ambiente escolar em tempo de pandemia, a partir de palestras com temáticas que visam motivar e desenvolver novas formas para o processo de ensino e aprendizagem, bem como melhorar a qualidade do ensino.
Para Marla, a arte de educar requer generosidade, pois se partilha o que se é e o que se acumula com as experiências e interações que a vida lhe proporciona. “Acreditamos que o Seminário Regional possa proporcionar aos profissionais momentos de reflexão, debate, avaliação, construção coletiva e qualificar o momento das realizações pedagógicas a serem desenvolvidas durante a pandemia e após o retorno das atividades presenciais”, observa.
Conforme o coordenador da 6ª CRE, Luiz Ricardo Pinho de Moura, a intenção é que os educadores façam uma grande reflexão sobre as práticas pedagógicas no período da pandemia, além do impacto futuro desse cenário na educação pública. “É uma grande oportunidade de as escolas e os professores fazerem uma avaliação sobre a importância de todo esse cenário e repensar a sua identidade, o papel deles frente a todo esse contexto”, avalia.
Moura destaca, ainda, que o Instituto Ernesto Alves chegou a pensar em desistir de realizar o seminário, em virtude da quarentena, mas que a 6ª CRE buscou apoiar a instituição para mostrar que tudo é possível. “Não é porque estamos em um momento de pandemia, sem atividade presencial, que a escola vai deixar de fazer reunião com pais, professores, cursos de formação ou seminários. Teremos que nos desafiar constantemente, mas tudo é possível”, enfatiza.
O coordenador revelou que o Ernesto Alves tem se sobressaída, desde março, pela inovação e reinvenção na aprendizagem nas aulas remotas. “Esta é uma oportunidade de a escola levar às demais instituições as experiências que viveu. A gestão tem que enfrentar desafios constantemente, buscar estratégias, ter atitudes desafiantes para causar impacto, porque, senão vai perder nessa caminhada”, pontua.

Confira a programação do II Seminário Regional

28/7, às 19h
Novas atitudes, estratégias e ações dos educadores frente ao novo perfil dos alunos na sociedade contemporânea
Professora Daniela Pedra Mattos

30/7, às 19h
Novas maneiras de ensinar, novas formas de aprender
Professora Margareth Fadanelli Simionato

4/8, às 19h
As tecnologias na sala de aula: linguagens que aproximam professores e alunos
Professor João Ricardo Fagundes dos Santos

6/8, às 19h
Nova escola, novo aluno, novo professor e muitos desafios
Professora Evelise Romero

11/8, às 19h
A nova identidade do professor na contemporaneidade: ser cientista, artista e tecelão de mentes e almas
Professora Caroline Hirt Correa e coordenador da 6ª CRE, Luiz Ricardo Pinho de Moura

Secretaria da Educação