Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Novo Ciclo do Programa Saúde na Escola (PSE) recebe adesão até 16 de fevereiro de 2021

Atualmente, mais de 1 milhão de estudantes gaúchos são beneficiados pelo programa

Publicação:

30170513 274437 GDO
Crédito: - Foto: Diego da Costa
Por Diego da Costa

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc), por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), solicita a todas às Secretarias Municipais de Saúde a atualização e a adesão ao novo ciclo do Programa que recebe inscrições até 16 de fevereiro de 2021.

A iniciativa, que renova a Portaria n° 1.055, do governo federal, busca contribuir para a formação integral dos estudantes de rede pública por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde.

Atualmente, no Rio Grande do Sul, são 4.454 escolas participantes e mais de 1 milhão de estudantes gaúchos beneficiados. No caso das creches, são 1.377 instituições de ensino pactuadas e 87.801 alunos atendidos. Mais informações podem ser obtidas aqui.

Conforme a coordenadora estadual do Programa Saúde na Escola (PSE), Carem Fortunato, é muito importante que os municípios renovem a sua participação e deem continuidade às ações nas instituições de ensino do Estado, principalmente pela importância da conscientização sobre os protocolos sanitários e medidas de prevenção ao coronavírus.

“A adesão e a atualização dos municípios ao novo ciclo do PSE é fundamental para o bem-estar dos nossos estudantes. Principalmente para orientar e proteger a comunidade escolar da pandemia de coronavírus”, explica.

Programa Saúde na Escola (PSE)

O Programa Saúde na Escola (PSE) foi instituído em 2007 pelo Decreto Presidencial nº 6.286. A articulação entre estabelecimentos de ensino e Rede Básica de Saúde é a base do programa. O objetivo é desenvolver políticas públicas de saúde e educação voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos, promovendo saúde e educação integral. Entre as suas principais atividades, encontram-se as ações de combate ao Aedes Aegypt, a prevenção do uso de drogas e álcool e de doenças sexualmente transmissíveis, saúde bucal, auditiva e ocular, acompanhamento vacinal e alimentação saudável. 

Secretaria da Educação