Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estudantes são premiados na Olimpíada Nacional de Eficiência Energética

Publicação:

Estudantes são premiados na Olimpíada Nacional de Eficiência Energética
Estudantes são premiados na Olimpíada Nacional de Eficiência Energética
Por João Flores da Cunha

Estudantes da Escola Estadual Dr. Luiz Mércio Teixeira, de Bagé, foram premiados na 2ª Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE 2022), conquistando três medalhas. Miguel das Neves Fernandes, do 9°ano, venceu medalha de ouro, e Davi Freitas Machado, do 9° ano, e Renato de Souza Gomes dos Santos, do 8° ano, receberam medalhas de bronze.

Eles disputaram com estudantes de 8° e 9° ano do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas de todas as regiões do país.  O curso direcionado aos alunos que participaram da ONEE foi composto por três módulos, que contemplaram os seguintes temas: introdução à energia e suas transformações; fontes e matrizes energéticas; produção/geração de energia e consumo consciente; e ações de eficiência energética e combate ao desperdício. Os participantes com melhor desempenho recebem certificados e são premiados.

A ONEE é uma iniciativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que conta com a coordenação do Instituto da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (IAbradee) e com a realização de concessionárias de energia que operam em 22 estados e no Distrito Federal.

Outra estudante da 13ª Coordenadoria Regional de Educação premiada foi Luizy Lopes de Lima, do 6º ano do Ensino Fundamental da Escola Dalva Conceição Medeiros, de Hulha Negra. Ela recebeu medalha de prata na Olimpíada Nacional de Ciências.

A competição integra o Programa Ciência na Escola (PCE), sendo organizada pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), e realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). O objetivo é incentivar o interesse pela ciência entre os jovens no Brasil.

A iniciativa da inscrição dos estudantes foi do professor Yuri Hoesel, que dá aulas nas duas escolas. “Resolvi inscrever os alunos para ampliar os conhecimentos diversos e para uma maior aprendizagem”, destaca.

Secretaria da Educação