Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Recuperação do calendário escolar de 2019 deve começar nesta quarta-feira, 15 de janeiro

Sugestão de calendário prevê aulas até 27 de fevereiro

Publicação:

Crédito: Seduc
Crédito: Seduc


Após o encerramento da Greve do magistério na tarde desta terça-feira, 14 de janeiro, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) emitiu às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) uma nova sugestão de reposição das aulas nas escolas estaduais que aderiram à greve. Ao todo, foram 37 dias de paralisação, entre 14 de novembro de 2019 e 14 de janeiro de 2020.

Conforme sugestão da Secretaria, a recuperação começa nesta quarta-feira, 15 de janeiro, e segue até 27 de fevereiro. A ação tem o objetivo de garantir aos estudantes o direito de, no mínimo, 200 dias letivos e assegurar a carga horária de 800 horas para o Ensino Fundamental e 1.000 horas para o Ensino Médio. Após os 30 dias de férias, as escolas que ainda permaneciam em Greve, e realizaram a recuperação, devem começar o ano letivo de 2020. “Grande parte das escolas já iniciaram a reposição do ano letivo ainda no primeiro calendário que sugerimos, que se iniciou em 21 de dezembro.

Nossas orientações são para escolas remanescentes, já que grande parte delas já concluíram o Calendário Escolar de 2019”, explica o secretário da Educação, Faisal Karam.
Confira a íntegra do Memorando (.pdf 940,97 KBytes)
Calendário reposição (.pdf 218,01 KBytes)

Secretaria da Educação