Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Pré-Enem Seduc RS: conheça os professores de Química, História, Biologia e Geografia

Publicação:

Professor Rui Alves, de Química, busca desmistificar a disciplina trazendo exemplos práticos do cotidiano para os estudantes
Professor Rui Alves, de Química, busca desmistificar a disciplina trazendo exemplos práticos do cotidiano para os estudantes - Foto: Seduc
Por Diego da Costa

As Aulas Preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Pré-Enem Seduc RS), que têm transmissão diária pela TVE-RS, de segunda a sexta-feira, das 19h às 23h, e ocorrem até o dia 31 de outubro, são apresentadas por 13 professores da Rede Estadual de Ensino com a tradução simultânea de quatro intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

São exibidas 20 horas/aula semanais, totalizando 464 horas de preparação para todos os componentes curriculares. Os alunos ainda têm acesso às aulas pelo Youtube, por meio do canal TV Seduc RS, e com os links que estão disponíveis no Portal da Educação e no site da Seduc.

Nesta segunda-feira, 25 de maio, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) começa a apresentar os professores responsáveis pelas aulas do Pré-Enem Seduc RS. Você irá conhecer os seguintes educadores: de Química, Rui Alves; de Biologia, Suzana Seibert; de História, Andressa Domanski; e de Geografia, Douglas Machado.  

Desmistificando a Química para os alunos

Rui Alves é doutor em Química e professor da Escola Alfredo Ferreira Rodrigues, do município de Rio Grande, na 18ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).  Ele tem 37 anos, é natural de Porto Alegre, e revela que desde jovem se destacava nas Ciências Exatas. Para ele, ser educador é uma possibilidade de fazer com as pessoas enxerguem a Química de forma mais fácil. “Meu objetivo é mostrar que este componente curricular não é tão difícil quanto parece. Está no cotidiano das pessoas, de muitas formas. Eu quero desmistificar isso e acredito que o Pré-Enem Seduc RS é uma excelente oportunidade de levar o conhecimento para o maior número possível de pessoas, principalmente para aquelas que não têm condições de fazer um cursinho”, afirma.

Educação que vem de berço

Suzana Seibert é professora de Biologia da Escola Josefina Jacques Noronha, mestra em Ecologia, tem 32 anos e é natural do município de São Sebastião do Caí, região da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

Com muito amor pela natureza e paixão por ensinar, ela conta que desde pequena sonhava lecionar. Sua mãe e suas tias eram professoras e as primeiras brincadeiras foram com os cadernos de chamada da escola. “Sempre sonhei em ser uma educadora. Cresci no meio dos livros e dos planejamentos curriculares da família. Eu também sempre amei o meio ambiente e a natureza, mas como vamos cuidar daquilo que não conhecemos? Este é o meu papel como professora, mostrar para os alunos a importância de preservar o meio ambiente e passar adiante este pensamento. É o que me move”, explica.

Educação multimídia na disciplina de História

A professora de História da Escola Tiradentes da Brigada Militar, do município de Santo Ângelo, Andressa Domanski, tem 33 anos. Ela, que já é mestra na disciplina, diz que desde a adolescência tem aptidão para as Ciências Humanas.

Agora, como docente, a educadora ressalta que não consegue mais se imaginar em outra profissão. “Eu amo estar em sala de aula e, para mim, é essencial que o aluno visualize o que está aprendendo. Que ele possa estudar através de vídeos, imagens, mapas e consiga enxergar as reais mudanças na sociedade diante de uma perspectiva histórica. Que ele saiba sobre cultura, política e sociedade. É desta forma que eu trabalho e é com essa ideia que eu elaboro as aulas no Pré-Enem Seduc RS”, enaltece.

Motivar o aprendizado através da relação do ser humano com o meio ambiente

Douglas Machado é professor de Geografia das escolas Apeles Porto Alegre e Agrônomo Pedro Pereira. Tem 36 anos e é natural da cidade de Cachoeira do Sul. Seu pai é militar e a família mudou-se para a Capital quando ele tinha oito anos.

Apaixonado por mapas e extremamente curioso, o docente sempre se interessou em estudar a relação do ser humano com o meio ambiente. De acordo com ele, a dinâmica das aulas e os múltiplos recursos da disciplina trazem inspiração para ensinar. “A Geografia proporciona diversas plataformas de aprendizado. Desde livros, desenhos e mapas até aplicativos e sites. Para chamar a atenção do aluno é preciso inovar. Neste período de pandemia, a iniciativa do professor se torna ainda mais fundamental”, destaca.

Pré-Enem Seduc RS

O curso preparatório, que conta com quatro períodos diários de 60 minutos e contempla 86 horas/aula para cada área do conhecimento, inclui eixos ligados às disciplinas de Física, Química, Biologia, Matemática, História, Geografia, Filosofia e Sociologia, Literatura, Língua Portuguesa, Artes, Língua Estrangeira (Inglês e Espanhol) e Redação.

A carga horária dos componentes curriculares foi definida de acordo com a ocorrência das disciplinas nas questões do Enem.

O tempo de aulas será dividido em parte introdutória de cada eixo, explanação sobre o assunto, problematização em relação aos acontecimentos atuais e disponibilização de lista de exercícios.

Confira mais fotos

Secretaria da Educação